FGTS Servidor ContratadoFinanciamento de veículoDireito Previdenciário

Vendedora é indenizada após ter bolsa revistada todos os dias após o trabalho


 

 

Uma vendedora que tinha a bolsa revistada diariamente, após o trabalho, receberá uma indenização de R$ 7 mil por dano moral. A decisão foi da 2ª Turma do TRT-MG ao reformar a sentença que havia indeferido o pedido. A juíza Rosemary de Oliveira Pires entendeu que houve constrangimento e humilhação a justificar o deferimento de uma reparação.
 
Segundo contaram testemunhas, a gerente revistava as bolsas de todos os empregados, todos os dias. Geralmente isso ocorria na porta da loja, quando já encerrado o expediente. Às vezes a revista era realizada até mesmo na presença de algum cliente e transeuntes. Além disso, a própria gerente ou a sub-gerente fazia a inspeção. Elas solicitavam que o empregado abrisse a bolsa para que remexessem nela.
 
A relatora ponderou que, apesar de o procedimento se dirigir a todos os empregados, era invasivo e desrespeitoso. 
 
 
Fonte: O Tempo

 


  • Share :


 

© 2009 - 2015 - BRETTAS & REIS ADVOGADOS Todos os direitos reservados